Fechar

psb40df@gmail.com (61) 99352-2526

Arquivo: Notícia

Com governos em cinco estados, PSB passa a governar maior número de eleitores no país

O PSB é o partido que governa o maior número de eleitores no país. Desde a última sexta-feira (6), os socialistas administram, além de Distrito Federal, Paraíba e Pernambuco, os estados de São Paulo e Rondônia.
As cinco unidades da federação, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, reúnem 45,7 milhões de eleitores, número superior à população governada pelo PT (35,6 milhões) e pelo MDB (32, 2 milhões), por exemplo.

O socialista Márcio França assumiu o comando do Executivo paulista com a saída de Geraldo Alckmin do cargo de governador para concorrer nas eleições deste ano. França é pré-candidato à reeleição.
Já Daniel Pereira (PSB) passou a governar Rondônia com a renúncia de Confúcio Moura, que anunciou pré-candidatara ao Senado.
São Paulo (32.850.263), Pernambuco (6.574.823) e Distrito Federal (2.019.987) são as unidades da federação governadas pelo PSB que têm o maior peso eleitoral.
Já Paraíba e Rondônia têm 2.019.987 e 1.141.421, respectivamente.

Na avaliação do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o fato de governar cinco estados que somam o maior número de eleitores no país confirma tendência de crescimento do partido, verificada desde as eleições municipais de 2016.
Nessas eleições, o PSB foi o terceiro partido com maior número de votos no país e o primeiro em prefeitos eleitos entre os partidos de esquerda e centro-esquerda.

Os socialistas conquistaram 10,3 milhões de votos nos dois turnos e a eleição de 418 prefeitos, 387 vice-prefeitos, além de 3,6 mil cadeiras nas câmaras municipais.
“O PSB trabalha para viabilizar candidaturas competitivas. Nós acreditamos que vamos surpreender novamente nessas eleições, em razão da necessidade de renovação na política”, afirma Carlos Siqueira.
Em outubro, o partido deve lançar 10 candidaturas competitivas a governos estaduais e projeta eleger entre 35 e 45 deputados federais. Pela primeira vez o partido entrará na disputa com três fortes candidaturas no Sudeste: em São Paulo, com Márcio França, que tentará a reeleição, em Minas Gerais, com Márcio Lacerda e no Espírito Santo, com Renato Casagrande.
No Distrito Federal e em Pernambuco, os socialistas Rodrigo Rollemberg e Paulo Câmara, respectivamente são pré-candidatos à reeleição.
No Tocantins, Carlos Amastha renunciou ao cargo de prefeito de Palmas para se lançar candidato ao governo do Estado. Já o senador João Capiberibe anunciou pré-candidatura ao governo do Amapá.
Na Paraíba, o atual secretário de Infraestrutura do Estado, João Azevedo, concorrerá ao Executivo estadual com o apoio do atual governador socialista Ricardo Coutinho, cuja gestão é amplamente aprovada.
No Amazonas disputará pelo PSB David Almeida, atual presidente da Câmara Legislativa do Estado e, no Rio Grande do Norte, o vice-governador Fábio Dantas lançará candidatura ao governo.
O PSB espera ainda lançar o senador Antônio Carlos Valadares ao governo de Sergipe.

IMG_8822

Assessoria de Imprensa/PSB Nacional

 

Nota de Repúdio a agressão sofrida pela comitiva do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) promovida a serviço de opositores do governo.

Nota de Repúdio

O Partido Socialista Brasileiro no Distrito Federal, repudia a agressão sofrida pela comitiva do governador Rodrigo Rollemberg (PSB)promovida por duas jovens a serviço de opositores do governo.

A cena toda foi armada com uma filmagem prévia e a continuidade da ação das duas agressoras, que chegaram a atingir a uma criança com sua virulência.

O PSB repudia qualquer tentativa de se criar um clima hostil e artificial contra o governador e estará atento para que agressões desse tipo não se repitam.

Defendemos o debate de alto nível.Não aceitamos baixarias, mas também não ficaremos quietos a novas e repugnantes agressões como assistimos no dia de hoje. Bem como, não concordamos com ataques violentos a nenhum de nossos opositores.

O PSB fica feliz ao ver que a maioria da população, presente ao evento comemorativo, sequer tomou conhecimento da tentativa de agressão e recebeu o governador Rollemberg e a sua comitiva de maneira calorosa e carinhosa.

Executiva do PSB-DF

psb repudio

Joaquim Barbosa assina ficha de filiação ao PSB

O Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal da as boas vindas ao nosso mais novo membro o ex presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, temos a certeza que será uma grande contribuição em nossa Bancada

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa assinou ficha de filiação ao PSB na noite desta sexta-feira (6/4), em São Paulo.

O presidente Carlos Siqueira saudou a filiação do ministro.

“Joaquim Barbosa é um homem público honrado, de trajetória admirável, que vem reforçar e qualificar os quadros do partido.
É uma satisfação contar com o ministro no PSB neste momento tão desafiador do nosso país”, afirmou.

Siqueira ressaltou a atuação de Barbosa à frente da Suprema Corte.

“Ele deixou sua marca pessoal de firmeza e independência, e, ao colocar em discussão na corte pautas progressistas contribuiu para um significativo avanço civilizatório da sociedade brasileira”, disse.

Trajetória

Ministro do STF de 2003 a 2014, Barbosa foi presidente da corte entre 2012 e 2014 e desempenhou papel de destaque no julgamento da Ação Penal 470.

Doutor e mestre pela Universidade de Paris-II Panthéon-Assas, o ex-ministro é professor licenciado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Em sua longa carreira pública, antes de chegar ao Supremo, atuou quase 20 anos como procurador do Ministério Público Federal.

Natural de Paracatu (MG), Barbosa mudou-se para Brasília nos anos de 1970, concluiu os estudos secundários e ingressou no curso de Direito da Universidade de Brasília.

30412308_2526363074254542_309977874335531008_o

Assessoria de Comunicação/PSB Nacional

Ato de Filiação – PSB/DF

O PSB no Distrito Federal filiou, na noite desta quinta-feira (5), 18 novos integrantes e reforçou os quadros locais para as eleições deste ano.
Lideranças e militantes socialistas lotaram o auditório Parlamundi, da Legião da Boa Vontade (LBV), em Brasília, para celebrar o ato de filiação.

Entre os novos filiados estão a secretária de Projetos Estratégicos do GDF e ex-governadora do DF, Maria de Lourdes Abadia, o subsecretário de Integração de Ações Sociais do GDF, Virgílio Neto, a secretária de Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, e o secretário-adjunto de Ciência e Tecnologia, Thiago Jarjour. Todos devem deixar os respectivos cargos até este sábado (7) para poderem disputar as eleições de 2018.

Nosso governador Rodrigo Rollemberg (PSB), saudou os novos filiados. “Hoje, eu vi políticos que saíram da zona de conforto para construir uma Brasília melhor. A partir de agora é somar, multiplicar, ir para as ruas com muita alegria e solidez para defender o nosso legado e amor por Brasília”, declarou o socialista.

Confira a lista dos nossos novos filiados:

Alzira Maria dos Passos Folha (Alzira Folha)
Cláudio Ribas (ex-secretário-geral do Comando Geral da Polícia Militar e ex-chefe da Casa Militar)
Francismar Moreira de Figueiredo Lima (Professora Francis)
Flávio Luiz Souza de Oliveira (Dr. Flávio)
José Adelson Magalhães (Zé Adelson)
José Henrique França Campos (Henrique França)
Leila Gomes de Barros (Leila do Vôlei)
Luiz Henrique Mota Orives (Luiz Mota)
Manoel de Souza
Maria de Lourdes Abadia (Abadia)
Mônica Nóbrega
Neia Amorim
Sueide Miranda (Sueide do Icep)
Thiago Jarjour
Virgílio do Rego Monteiro Neto (Virgílio Neto)
Waldimar Carvalho da Silva (Waldimar)
Eduardo Rodrigues (subsecretário de Planejamento da Mobilidade)
Isaías Silva (subsecretário de Administração Geral)

Veja as fotos do ato de filiação nas nossas redes sociais.

Foto: Mariana aAerre
Assessoria de Comunicação PSB/DF

Eleições 2018: Fique atento aos prazos de filiação partidária

Pré-candidatos devem ficar atentos à filiação, prazo termina em 07 de abril de 2018.

As eleições de 2018 acontece em 7 de outubro deste ano (primeiro turno), porém os pré-candidatos e candidatos a disputa de uma vaga precisam ficar atentos ao prazo de filiação partidária e sua homologação junto à Justiça Eleitoral.

Confira as principais datas do calendário eleitoral das Eleições Gerais de 2018

Pesquisas eleitorais

A partir do dia 1º de janeiro de 2018, os institutos de pesquisas de opinião pública ficam obrigados a registrar junto à Justiça Eleitoral suas pesquisas relativas às eleições ou aos possíveis candidatos.

Propaganda institucional

O TSE promoverá, a partir de 1º de abril, propaganda institucional no rádio e na TV destinada a incentivar a participação feminina, dos jovens e da comunidade negra na política, bem como esclarecer os cidadãos sobre as regras e o funcionamento do sistema eleitoral.

Filiação partidária

Quem pretende concorrer aos cargos eletivos no pleito do próximo ano deve se filiar a um partido político até o dia 7 de abril, ou seja, seis meses antes da data das eleições. O mesmo prazo é dado para obtenção junto à Justiça Eleitoral do registro dos estatutos dos partidos políticos que pretendem entrar na disputa.

O TSE disponibilizará, a partir de 7 de abril, todos os programas de computador de sua propriedade utilizados nos processos de votação, apuração e totalização, para que técnicos indicados pelos partidos políticos, pela Ordem dos Advogados do Brasil, pelo Ministério Público e por pessoas autorizadas em resolução específica possam acompanhar suas fases de especificação e desenvolvimento.

Retirada e transferência de título

A data de 9 de maio é o último dia para o eleitor que pretende votar requerer o título, alterar seus dados cadastrais ou fazer a transferência do domicílio eleitoral. Também é o prazo final para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para seção com acessibilidade e, ainda, para que presos provisórios e adolescentes internados possam regularizar a situação eleitoral a fim de votarem nas Eleições de 2018.

Fundo de campanha

Os recursos disponíveis no Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) serão divulgados pelo TSE no dia 18 de junho, observado o prazo-limite para o depósito pelo Tesouro Nacional, no Banco do Brasil, até 1º de junho de 2018.

Propaganda intrapartidária

Os políticos com vistas à indicação de seu nome pelo partido poderão fazer propaganda intrapartidária a partir do dia 5 de julho, mas está proibido o uso de rádio, televisão ou outdoor para isso.

Agentes públicos

Três meses antes das eleições, a partir de 7 de julho, os agentes públicos ficam proibidos de praticar várias condutas, entre as quais: nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens, ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, remover, transferir ou exonerar servidor público, ressalvados os casos de: nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança; nomeação para cargos do poder Judiciário, do Ministério Público, dos Tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República; nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 7 de julho de 2018; nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo; transferência ou remoção de militares, de policiais civis e de agentes penitenciário.

Também ficam proibidos de realizar transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública.

Ainda são vedadas, a partir dessa data, a realização de inaugurações e a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos.

Voto em trânsito

Uma vez divulgados os locais de votação dos municípios com mais de cem mil eleitores que terão seções disponíveis para o voto em trânsito, o eleitor poderá habilitar-se a partir do dia 17 de julho para votar por meio dessa modalidade.

Convenções partidárias 

As convenções para a escolha dos candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital deverão ocorrer entre os dias 20 de julho e 5 de agosto.

Enquetes

A partir de 20 de julho, não será permitida a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral. Vale lembrar que enquete é a simples coleta de opiniões de eleitores sem nenhum controle de amostra e sem a utilização de método científico para sua realização. Esse tipo de consulta informal depende apenas da participação espontânea do interessado.

Movimentação financeira

Após a obtenção do número de registro de CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais, os partidos e candidatos deverão enviar à Justiça Eleitoral, a partir de 25 de julho, os dados sobre recursos financeiros recebidos para financiamento de campanha até 72 horas após o recebimento desses recursos, para fins de divulgação na Internet.

Registro de candidatura

O último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem junto à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de candidatos é 15 de agosto. O TSE receberá o requerimento de candidatos a presidente e vice-presidente da República, e os tribunais regionais eleitorais (TREs) o requerimento de candidatos a governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

Propaganda eleitoral

No dia 16 de agosto, passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na Internet (desde que não paga), entre outras formas.

Plano de mídia

O TSE e os TREs têm até 24 de agosto para elaborarem – junto com os partidos políticos e a representação das emissoras de televisão e de rádio – plano de mídia para uso da parcela do horário eleitoral gratuito a que tenham direito, garantida a todos a participação nos horários de maior e menor audiência.

Horário eleitoral

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto (37 dias antes das eleições) e término no dia 4 de outubro. O período foi reduzido de 45 para 35 dias.

Vagas remanescentes

Caso os partidos não tenham indicado, após as respectivas convenções, todos os candidatos às eleições proporcionais, observados os percentuais mínimo e máximo para candidaturas de cada sexo, eles terão até 7 de setembro para preencherem as vagas remanescentes para as eleições proporcionais.

Prestação de contas

A primeira parcial da prestação de contas, constando o registro da movimentação financeira ou estimável em dinheiro ocorrida desde o início da campanha até o dia 8 de setembro, deverá ser enviada à Justiça Eleitoral a partir do dia 9 de setembro.

Julgamento de registros

A Justiça Eleitoral terá até o dia 17 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidatos que vão concorrer ao pleito de 2018.

Nessa data também termina o prazo para instalação da Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica, bem como para os TREs informarem, em edital e mediante divulgação nos respectivos sites na Internet, o local onde será realizada a auditoria da votação eletrônica.

Prisões

A partir de 22 de setembro, nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.

O mesmo vale para o eleitor a partir do dia 2 de outubro, acrescido de exceção por sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto.

Debates e comícios

Os debates no rádio e na televisão só poderão ser realizados até 4 de outubro, admitida a extensão do debate cuja transmissão se inicie nesta data e se estenda até as 7 horas do dia 5.

No dia 4 também termina a propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios, com exceção dos que forem encerramento de campanha, que poderão ser prorrogados por mais duas horas.

Material gráfico e carreata

Um dia antes do pleito, 6 de outubro, é a data-limite para que seja feita a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos.

A véspera do pleito também é o último dia para o TSE divulgar comunicados, boletins e instruções ao eleitorado, via emissoras de rádio e de televisão, podendo ceder parte desse tempo para utilização dos TREs.

filiacaçao-on-line

Fonte: TSE

Deputada Luzia de Paula (PSB) destina recursos para a construção da cobertura da quadra poliesportiva do Centro de Ensino Fundamental n° 10, em Ceilândia Norte.

Deputada Luzia de Paula (PSB) destina recursos para a construção da cobertura da quadra poliesportiva do Centro de Ensino Fundamental n° 10, em Ceilândia Norte.

Mais uma escola de Ceilândia que recebeu recursos para a construção da cobertura da quadra poliesportiva.

Saiba mais sobre nossos deputados distritais.

luzia de paula psb

Fonte: Assessoria Deputada Luzia de Paula (PSB)

Nota de pesar pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e de Anderson Pedro Gomes

Nota de pesar pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e de Anderson Pedro Gomes

O Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal (PSB/DF) manifesta seu pesar diante o assassinato da Vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) e de Anderson Pedro Gomes motorista da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, oferecemos nossa solidariedade à sua família, amigos e a todos que, em algum momento, puderam partilhar de sua luta em defesa dos Direitos Humanos.

Marielle, mulher, negra e, sobretudo, guerreira, foi uma batalhadora incansável, na defesa dos direitos humanos, o que a levou a desenvolver uma prática política sistemática, junto a comunidades e segmentos, vítimas de exclusão, denunciando com coragem, as violações e arbitrariedades de que são vítimas.

O Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal (PSB/DF) manifesta seu pesar diante o assassinato da Vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) e de Anderson Pedro Gomes motorista da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, oferecemos nossa solidariedade à sua família, amigos e a todos que, em algum momento, puderam partilhar de sua luta em defesa dos Direitos Humanos.

Marielle, mulher, negra e, sobretudo, guerreira, foi uma batalhadora incansável, na defesa dos direitos humanos, o que a levou a desenvolver uma prática política sistemática, junto a comunidades e segmentos, vítimas de exclusão, denunciando com coragem, as violações e arbitrariedades de que são vítimas.

Lei de autoria da deputada Luzia de Paula (PSB) garante segurança para as crianças nos parques infantis

Publicada na edição desta terça-feira (6/3) do Diário da Câmara Legislativa, a Lei nº 6.119/2018, originária de um projeto da deputada distrital Luzia de Paula (PSB), prevê a fiscalização das normas de segurança para os brinquedos disponibilizados em parques infantis e o monitoramento da qualidade sanitária das caixas de areia.

De acordo com a norma a coleta das amostras de areia terá que ser feita periodicamente com a finalidade de analisar a existência ou não de larvas ou ovos de parasitas.

Estudos realizados no ano passado pelos pesquisadores Eleuza Rodrigues Machado e Rodrigo Gurgel Gonçalves, ambos do Laboratório de Parasitologia Médica e Biologia de Vetores da Universidade de Brasília, a partir da coleta de areia de diversos parques infantis localizados em diferentes Regiões Administrativas do Distrito Federal, resultaram numa situação preocupante, em todas as amostras foram encontrados parasitas transmissores de doenças, sendo o ascaris lumbricoides (lombriga) o mais comum.

Os parasitas têm origem também nas fezes e urina de animais, o que, segundo Luzia de Paula, preocupa ainda mais, devido as incontáveis doenças que transmitem. “Vou me empenhar ao máximo para que esta norma seja cumprida, pois entendo a gravidade das doenças que são transmitidas pelos parasitas encontrados nas caixas de areia, os quais ao longo dos anos vêm infectando crianças que brincam nos playgrounds espalhados pelo Distrito Federal, inclusive naqueles existentes em condomínios residenciais”, afirma a parlamentar.

A lei exclui da fiscalização as habitações unifamiliares, pelo fato de não serem destinadas ao uso público.

logo_luzia_desktop-1
Fonte: Assessoria Deputada Luzia de Paula

Secretaria Nacional de Mulheres do PSB comemora 18 anos, em Brasília

A Secretaria Nacional de Mulheres (SNM) do PSB realizou na última quarta-feira (28), em Brasília, o III Encontro Internacional de Mulheres Socialistas.

O evento marca a comemoração pela passagem dos 18 anos de criação do segmento. Mais de 300 mulheres, entre parlamentares, militantes e filiadas de todo o país, além de socialistas de seis partidos políticos latino-americanos, estarão reunidas para analisar a conjuntura política e debater a participação feminina na política.

No encontro, foi entregue 18 medalhas comemorativas às pessoas que contribuíram com o fortalecimento partidário do segmento.

A homenagem reconhece o trabalho de pessoas que se dedicaram a promover a participação feminina ao longo dos 18 anos de história da Secretaria.

Com atuação em todos os estados do país, entre as funções da SNM estão as de “debater, refletir e empoderar as mulheres”, explica a secretária nacional de Mulheres do PSB, Dora Pires.

“Esses são papéis que a Secretaria tem realizado com afinco para dentro e fora do partido. Pensar juntas sobre a atual conjuntura política do país é fundamental para executar uma política realista com base nas verdadeiras necessidades do povo”, afirma.

A socialista defende a união dos movimentos de mulheres para a “concretização do sonho” de consolidar políticas de promoção de igualdade de gênero no país e no mundo.

“Participar ativamente é fundamental para as mulheres ocuparem os espaços de poder, além de fortalecer as bases sociais para potencializar e concretizar nossa luta através das representantes eleitas”, avalia.

Entre os avanços conquistados pelas mulheres ao longo da história e na política, Dora Pires destaca o voto feminino e a reserva de cota mínima de 30% e máxima de  70% para cada sexo nas eleições proporcionais.

A socialista também ressalta a obrigatoriedade da cota de 5% da aplicação do recurso do fundo partidário para promoção de políticas públicas para as mulheres, além da destinação de 10% do tempo fixado da propaganda partidária para promover e difundir a participação política feminina.

Passados 18 anos de luta pelo empoderamento das mulheres, ainda é necessário dar continuidade à luta por mais espaço dentro dos partidos políticos, em mandatos legislativos e governos, defende a socialista.

“Democracia, poder e participação política hoje são conceitos inerentes às mulheres. Vivemos em uma sociedade em que não nos cabe mais a exclusão ou a discriminação das mulheres na organização social, política e econômica no Brasil e no mundo. Temos a capacidade e força para transformar a sociedade de maneira consciente e coordenada”, afirma.

“Nesses 18 anos, parabenizamos a todas e a todos pelo engajamento político e por acreditarem nas reais possibilidades de transformação determinadas pela força das ideias socialistas. Lembremos sempre que fazemos parte de uma grande corrente comprometida com a política e a plena democracia”, finaliza.

A Secretaria de Mulheres Socialistas do PSB/DF esteve presente.
Foto: Rafael Nunes

iii-encontro-de-mulheres-socialistas-
Fonte:  Assessoria de Comunicação/PSB Nacional

Deputada Luzia de Paula (PSB) destina recursos para a instalação de iluminação no INCRA 09

Mais um projeto aprovado pelos nossos deputados distritais:

Deputada Luzia de Paula (PSB) destina recursos para a instalação de iluminação no INCRA 09

Os recursos garantiram a instalação de 49 postes e mais 9 braços de iluminação. A iluminação pública é uma das medidas de prevenção da criminalidade. A comunidade da região aguardava a iluminação a mais de 40 anos.

Saiba mais sobre o PSB/DF acessando também nossa redes sociais: PSB/DF

psb_df

Fonte: Assessoria Luzia de Paula